NATUREZA E OBJETIVOS


A Ecossistemas é uma sociedade civil, auto-sustentada através dos recursos por ela gerados, tendo como objetivo estudar os diversos ecossistemas, buscando integrar suas diversas especialidades e, desta forma, oferecer novos horizontes para a intervenção humana.

A Ecossistemas diversificou suas atividades em função da procura do mercado por instituições qualificadas para trabalhar em consultoria ambiental. Para dar seguimento a seus projetos, possui um laboratório equipado para realizar análises biológicas e ecotoxicológicas. Especializou-se, também, na área de emissões atmosféricas e vem realizando trabalhos para empresas no Estado do ES.

A Ecossistemas mantém uma Base Marinha de Estudos, localizada no Balneário Enseada das Garças, Município de Fundão/ES. A base de estudos está voltada para atender as necessidades de instituições de ensino e pesquisa, além de possuir um potencial que pode ser explorado com benefícios para outros segmentos da sociedade.

Fora do Estado do Espírito Santo, é conhecida pelos Cursos de Biologia Marinha que realiza.

A Fundação vem recebendo estagiários para desenvolvimento de projetos para conclusão de seus respectivos cursos de graduação e pós-graduação.

A LOGOMARCA

Inicialmente, a logomarca da Ecossistemas era uma planta característica de manguezal, cuja espécie é Rhyzophora mangle. Hoje, modificada, é um detalhe do rizóforo desta planta.

O que é a Rhyzophora mangle ?

É uma planta interessante e curiosa, encontrada em praticamente todos os manguezais do mundo. Aquilo que parece raiz, é apenas prolongamento do caule, modificado para dar sustentação à planta em solo lamacento. Outra curiosidade é que suas sementes, denominadas de propágulos, iniciam o seu desenvolvimento ainda presas à planta mãe e, por isso, quanto ao tipo de reprodução, são denominadas vivíparas. Uma outra curiosidade está na sua casca, de onde se extrai um líquido de cor escura denominado Tanino, utilizado no processo de fabricação da panela de barro (tingimento antes da queima), dando mais resistência ao seu uso. Essas panelas são fabricadas pelas conhecidas paneleiras de Goiabeiras - Vitória - ES, e são, comumente, utilizadas no preparo da famosa moqueca capixaba.

POLÍTICA DE QUALIDADE

”Garantir a qualidade dos serviços na área ambiental e educacional, interagindo as diversas especialidades, através da melhoria contínua dos processos e, desta forma, atender as expectativas e objetivos de seus parceiros e clientes, oferecendo novos horizontes para a intervenção humana”.

EQUIPE DE PROFISSIONAIS

Para execução dos cursos e dos projetos de consultoria ambiental, a Fundação Ecossistemas conta com uma equipe técnica multidisciplinar formada por profissionais das mais conceituadas empresas, universidades e instituições voltadas para o atendimento de soluções dos problemas ambientais.

PRODUTOS E SERVIÇOS OFERTADOS

Consultoria Ambiental
Desenvolvimento de estudos voltados para a qualidade ambiental, principalmente os ecossistemas costeiros, além de atuar nas áreas atmosféricas, auditoria ambiental, dentre outras, com o objetivo de fornecer subsídios técnicos para a melhoria do desempenho ambiental das empresas.

Análises Ecotoxicológicas
Análises laboratoriais para determinar as concentrações de toxicidade (CE50, CL50, CI50, CENO, CEO e VC) da amostra sobre os organismos testados (Daphnia similis, Danio rerio, Ceriodaphnia dubia, Echinometra lucunter e Skeletonema costatum), mediante exposição destes a diferentes agentes tóxicos, tendo como referência normas técnicas específicas.

As análises com Vibrio fischeri, até agosto/2006, eram realizadas pelo Laboratório da CETESB. A partir desta data, são realizadas pela TRIBEL S.A.

Cursos
a. Ecossistemas Costeiros (Biologia Marinha)
Desenvolvimento teórico e/ou prático voltado para os ecossistemas costeiros.

b. Educação Ambiental
Desenvolvimento teórico e/ou prático voltado para educação ambiental.

ÁREAS DE ATUAÇÃO

• Consultoria e Assessoria Ambiental
• Declaração de Impacto Ambiental
• Auditoria Ambiental
• Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - IEMA/RIMA
• Monitoramento Ambiental
   - Ar
   - Água
   - Solo
• Projetos de Recuperação de Áreas Degradadas
   - Manguezal
   - Rios
   - Lagoas
   - Litoral
• Análises Laboratoriais
   - Biológicas (plâncton, nécton, bentos etc.)
   - Ecotoxicológicas (bactérias, micro e macroalgas, crustáceos, equinodermos e peixes)
   - Físico-químicas e bacteriológicas
• Plano de Manejo
• Gerenciamento Costeiro
• Projetos de Maricultura
• Educação Ambiental
   - Projetos
   - Cursos
   - Expedições científicas
• Projetos de Paisagismo

CADASTROS

A Fundação Ecossistemas encontra-se cadastrada nas seguintes instituições:
• Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos - IEMA
• Instituto Brasileiro do Meio Ambiente - IBAMA
• Conselho Regional de Biologia - CRB-2
• Marinha do Brasil - Diretoria de Hidrografia e Navegação - DHN
• Banco Mundial / BIRD
• Banco do Estado do Espírito Santo - BANESTES

PRINCIPAIS TRABALHOS REALIZADOS OU EM REALIZAÇÃO

• Análises Ecotoxicológicas com organismos marinhos Skeletonema costatum, Echinometra lucunter e Vibrio fischeri (Microtox) em amostras da saída da Estação de Tratamento Biológico e Efluente Final da ArcelorMittal Tubarão - novembro/95 até presente data.

• Serviços de Amostragens de Emissões de Dutos e ou Chaminés de Fontes Estacionárias de SOx e NOx e Material Particulado para a Chocolates Garoto - de janeiro/00 até a presente data.

• Análises Ecotoxicológicas com organismos Skeletonema costatum, Echinometra lucunter em amostras de efluentes da VALE, para Bioagri-Ambiental, maio/07 até presente data.

• Cursos de Biologia Marinha e Educação Ambiental para universidades (UFMG, UFOP, UFES, PUC/MG, FAESA, INCISA, UEMG, FAPAN, UNA/MG e UNIVALE/MG) e escolas de ensino médio e fundamental de diversos Estados, de 1993 até a presente data.

• Monitoramento Físico-Químico e Biológico da Região Costeira Adjacente à ArcelorMittal Tubarão - maio/98 a dezembro/07.

• Monitoramento Marinho da Baía do Espírito Santo, suas Imediações e Região Marinha de Praia Mole para a Companhia Vale do Rio Doce - fevereiro/01 a dezembro/02.

• Monitoramento Marinho para Acompanhamento da Dragagem - LO nº 260/2000 do Complexo Portuário de Tubarão para a Companhia Vale do Rio Doce - janeiro/01 a janeiro/02.

• Monitoramento da Massa D’Água durante a dragagem de Manutenção do Complexo Portuário de Tubarão para a Companhia Vale do Rio Doce - outubro/99 a dezembro/00.

• Análises Ecotoxicológicas com organismos Vibrio Fischeri, Skeletonema costatum, Echinometra lucunter e Daphinia similis para a Companhia Vale do Rio Doce - março/01 a janeiro/02.

• Análises Ecotoxicológicas com Ceriodaphinia dubia em amostras de efluente final da Bahia Sul Celulose S.A. - janeiro/96 a junho/02.

• Análises Ecotoxicológicas com organismos Skeletonema costatum, Echinometra lucunter e Daphinia similis em amostras de efluentes da CVRD, para GAIA-Gestão Ambiental da Indústria LTDA - junho/98 a fevereiro/2001.

• Análises Ecotoxicológicas com Ceriodaphinia dubia em amostras de efluente bruto e final para a White Martins Gases Industriais S.A. - setembro a dezembro/99 e setembro a dezembro/00.

• Análises Ecotoxicológicas com Daphinia similis e Ceriodaphinia dubia em amostras de efluente final da Usina Siderúrgica Grande Vitória - Companhia Belgo Mineira/Reciclar - novembro/98 a janeiro/99.

• Análises Toxicológicas com Brachidanio rerio (peixe de água doce) em desengraxante, detergente e aditivo para radiadores para Radiex Química Ltda. - junho/99.

• Análises Ecotoxicológicas com Daphinia similis e Ceriodaphinia dubia em amostras de água de oito lagoas da área da ArcelorMittal Tubarão - abril a maio/97.

• Análises de Organoclorados e Organofosforados em água, para a Companhia Espírito Santense de Saneamento - CESAN - junho a dezembro/96.

• Estudo de Vazão e Caracterização Físico-Química dos Efluentes das Fábricas 1 e 2 da Chocolates Garoto S.A. para delineamento da Estação de Tratamento de Efluentes Líquidos - julho/01.

• Estudos de Biodisponibilidade e Bioacumulação de Metais no Mexilhão Perna Perna e Biomagnificação em Ulva sp., Tegula Viridula e Perna Perna”, com o objetivo de atender condicionantes ambientais da SEAMA - maio/98 a julho/99.

• Assessoria Ambiental para Implantação de Condicionantes para Usina Siderúrgica Grande Vitória / Companhia Belgo Mineira - janeiro a fevereiro/98.

• Assessoria Ambiental para Execução de Serviços Técnicos Especializados, visando a Implantação dos Programas Prioritários à Preservação e Conservação dos Recursos Hídricos, para CESAN/P-AMA - de março/98 a janeiro/99.

• Diagnóstico Ambiental da área do Projeto Graçaí - Guarapari/ES, para grupo de empresários capixabas - março a abril/98.

• Parecer Técnico de Atendimento a Implantação de Condicionantes Ambientais, para Usina Siderúrgica Grande Vitória / Companhia Belgo Mineira - novembro/98.

• Serviços de Amostragens de Emissões de Dutos e ou Chaminés de Fontes Estacionárias de SO2 e SO3, Material Particulado e Medições de Vazão para a Companhia Siderúrgica de Tubarão - janeiro/00 a dezembro/01.

• Serviços de Amostragens de Emissões de Dutos e ou Chaminés de Fontes Estacionárias de SO2 e SO3 e Material Particulado para a Companhia Siderúrgica Grande Vitória - Belgo Mineira - janeiro/00 a novembro/01).

• Serviços de Amostragens de Emissões de Dutos e ou Chaminés de Fontes Estacionárias de SO2 e SO3 e Material Particulado para a Real Café Solúvel do Brasil S.A. - julho/00.

• Curso “Aspectos Teóricos e Práticos sobre Algas e Parasitas Intestinais em "ETE", para técnicos da CESAN - 19 a 22 de outubro/98.

• Curso “Fundamentos Teóricos e Práticos de Microbiologia Aplicada a Operação de ETE, com ênfase em Vírus, Bactérias e Protozoários”, para técnicos da CESAN - 14 a 17 de setembro/98.

• Projeto “Avaliação da Dinâmica Espaço-Temporal do uso do solo da Região da Grande Vitória, para Prefeitura Municipal de Vitória - dezembro/97 a dezembro/99.

• Projeto “Levantamento da Fauna de Crustáceos do Manguezal do Rio Piraquê-Açu” em parceria com a UFMG - fevereiro/96 à junho/97.

• Projeto “Educação Ambiental em Ecossistemas Costeiros para alunos de ensino médio de Escolas do Estado do Espírito Santo”, para Aracruz Celulose S.A. e ArcelorMittal Tubarão.